Sistema para clínica veterinária6 min para ler

A saúde dos pets é essencial e dar atenção a este mercado pode definir o futuro do seu negócio.

Você pode ter apenas clínica veterinária ou pet shop, que também oferece esse tipo de serviço. Em ambos os casos, é importante ter um sistema para clínica veterinária que lhe ajude.

Veja algumas dicas sobre sistema para clínica veterinária:

 

Fidelize clientes


Primeiro, você precisa organizar sua gestão em clínica, com um cadastro de clientes. Os dados dos pets em um sistema para clínica veterinária proporcionam atendimentos mais rápidos e completos.

Ter um histórico de atendimento do pet vai fazer a diferença quando você estiver em um atendimento. E até mesmo caso precise encaixar um serviço na agenda.

Você pode reunir as informações básicas como nome do pet, informação de castração, e peso, até histórico de serviços, consumo de produtos, quantas vezes foi à loja, e também caso o pet tenha alguma restrição. O ideal é ter o cadastro mais completo possível e integrar essas informações com uma agenda em um sistema para clínica veterinária. Assim, quando for agendar, já é possível ter acesso a estes dados. Isso vai permitir que você planeje melhor e otimize a marcação do serviço.

 

Otimizar processos


Dê atenção ao atendimento e tenha como retorno clientes engajados amando sua marca.

Isso só é possível quando você conhece o cliente e sabe dos detalhes que fazem ele escolher a sua clínica e não a concorrência.

Você pode dar um atendimento personalizado a uma cartela grande de clientes e, ainda assim, crescer, se der um passo de cada vez.

Primeiro construa canais de comunicação que estejam alinhados com seu público.

Crie uma rotina de coletar informações e salve esses dados em um sistema para clínica veterinária.

Você pode, até mesmo, ter um controle de raças mais atendidas, se a maioria dos pets é castrada ou não, e fazer ações especiais voltadas para esses clientes.

Ter registro dos atendimentos que precisam de retorno e lembrar seu cliente de voltar para vacinar o pet. Isso vai mostrar seu cuidado com a saúde do pet e ainda vai garantir que seu público tenha mais frequência na sua clínica.

 

Organize sua agenda


Gerenciar a parte de atendimentos é bem complicado, se você não estiver usando um sistema para clínica veterinária.

Tenha uma agenda em que você possa visualizar todos os horários disponíveis, o total de atendimentos do dia e informações de contato dos clientes sem precisar acessar cadastros.

Você precisa ter dinamismo para agendar, remarcar e confirmar serviços. Isso não é possível com marcações feitas pelo caderninho. Inclusive, pode fazer você se perder e marcar dois clientes num mesmo horário e com o mesmo funcionário. E assim ter problemas com ambos. Então evite esse tipo de dor de cabeça. Também é importante ter as informações de quem irá prestar esse serviço. A melhor forma de controlar a parte de atendimento é ter as agendas integradas, mas que possam ser acessadas separadamente. Assim, se você tiver uma pessoa para centralizar a parte de marcação de serviços, ela poderá delegar os agendamentos com praticidade. E cada funcionário terá sua agenda alimentada para prestar o serviço com mais agilidade.

 

Administração em clínica


Para ter o melhor atendimento veterinário, é importante que os seus funcionários tenham funções bem definidas. Alinhe a equipe para comunicar com qualidade. De nada adianta você ter cadastros de clientes e agenda integrada, se os setores da sua clínica veterinária não se comunicarem. Planeje quem irá fazer os agendamentos, qual setor vai receber os clientes, como será combinado a forma que irá marcar consultas no sistema para clínica veterinária.

Faça testes de atendimento e sempre reavalie o processo. Isso fará com que seus serviços estejam em melhora constante. Avalie junto com seus funcionários os resultados. Essa rotina vai acostumar seu time a ter mais autonomia para aperfeiçoar sua atuação mês a mês. Assim é possível trabalhar com metas de agendamentos, de cadastros realizados e de vendas efetuadas.

Você também consegue ter um controle de desempenho por funcionário, além das métricas de resultados da clínica veterinária.

 

Controle de custos


Cada serviço em clínica vai demandar uso de insumos, além dos custos fixos que fazem parte do estabelecimento.

Para trabalhar com preços justos e atender bem o cliente, é importante saber tudo o que é gasto em um atendimento. Uma agenda integrada aos cadastros de serviços vai permitir ter o controle dos custos que variam a cada consulta.

É importante ter uma tabela de valores com todas as variações de preço que um serviço pode ter. Com a contabilização de custos e lucro.

Depois definir a quantidade de insumos (algodão, luvas descartáveis, entre outros) em cada um dos serviços. E, sempre que houver mais utilização de insumos, ter a informação de quanto a mais foi gasto.

Durante a precificação, lembre-se de considerar seus custos fixos da clínica e dividir entre os setores que usufruem desses custos (água, luz, telefone, internet e sistema, valor de hora do funcionário, entre outros). Assim, você vai calcular o lucro de cada serviço e também descobrir se seu preço faz sentido para o cliente.

 

Resultados financeiros


Com uma agenda de serviços você vai saber horários de movimento, quem são os clientes que não faltam e quais os serviços mais buscados. Com o cruzamento de informações, você pode avaliar custos e margens de lucro de acordo com o que tem oferecido. Inclusive, se os clientes vão ou não aceitar um reajuste significativo.

Também pode planejar ações com serviços que têm bastante saída, aumentando seu faturamento.

Lembre-se que em um sistema para clínica veterinária, o histórico do cliente está a poucos cliques que podem fazer a diferença no ticket médio de compra desse pet.

 

Jaqueline Trindade é jornalista apaixonada por ideias inovadoras e empreendedorismo. Consultora da Pet Shop Control. Estudante constante do mercado pet. Arranhava um futebol, hoje em dia só assisto na torcida. Adoro pets e cada dia aprendo mais sobre emoções com eles. Acredito que trocar ideias e ser empático pode sim mudar o mundo para melhor.

 

 

 

 

 

Comentários
Carregando...