Bobtail Americano – O Golden Retriever do mundo dos gatos2 min para ler

Dócil, com o olhar selvagem do Lince.

O Bobtail Americano é uma raça cuja a origem é incerta. Ele surgiu em cena na década de 1960, através do acasalamento de um macho marrom manchado de cabeça curta e uma fêmea de Siamês. A raça do macho é desconhecida, mas acredita-se que era uma cruza de um Lince (por conta da cauda) com algum gato doméstico.

O Birmanês, o Himalaio e uma cruza do Himalaio com Siamês foram adicionados posteriormente à criação do Bobtail Americano. O primeiro padrão foi escrito na década de 1970, mas a maior parte das linhagens iniciais foi eliminada e o modelo original foi ignorado. A combinação de genes era complicada e inviável.

O Bobtail Americano como conhecemos hoje é aceito em todas as cores, categorias e divisões e foi criado para ser um gato doméstico e dócil com o olhar selvagem do Lince. A cauda curta, semelhante à do Lince, provavelmente apareceu por conta do gene Manx dominante. A expectativa de vida da raça é entre 11 e 15 anos e o peso varia de 3 a 7 kg. Possui dupla pelagem, longa, macia e abundante. Ao redor do pescoço, barriga e cauda os pelos são mais compridos. Pode ser encontrado em diversas combinações e tons de marrom, preto, azulado, creme e avermelhado, com ou sem branco. As orelhas são de tamanho médio e com as pontas arredondadas. Sua cauda é curta e pode ser reta ou levemente enrolada.

É um gato com energia moderada e inteligência acima da média. Há quem diga que o Bobtail Americano é o Golden Retriever do mundo dos gatos. Não é para menos, afinal, assim como o gigante canino dourado, é difícil encontrar problemas nessa raça, que ama a família e se adapta a diferentes situações com enorme facilidade.

O Bobtail Americano se liga a qualquer pessoa da família, ama crianças e outros animais de estimação e recebe as visitas com entusiasmo. Adora ser incluso nas atividades da casa e pode trabalhar como gato de terapia, pois tem uma personalidade amorosa e intuitiva.

Se adapta a diferentes ambientes e estilos de vida e pode ser ensinado a andar na coleira ou realizar truques, além de obedecer certos comandos. Embora não seja sedentário, tem um nível de energia baixo, que pode ser satisfeito com algumas brincadeiras dentro de casa mesmo.

 

Fontes: Canaldopet

Comentários
Carregando...