Rede social de ajuda para pets é lançada no Brasil

Por:

A Puppyfi será um espaço para quem adora animais e tem uma proposta diferente das centenas de comunidades e aplicativos que apenas divulgam e ajudam a localizar animais perdidos.

De acordo com o CEO da startup, Alexandre Roa, na Puppyfi será possível cadastrar informações, notificar desaparecimento – inclusive criar anúncios para ampliar as buscas e imprimir cartazes – receber avisos de comentários e compartilhamentos via rede, celular e e-mail, discutir temas, entre outras opções. “Nossa rede social será exatamente como as redes já conhecidas e consagradas, com direito a curtidas, comentários, publicação de fotos, atualização de status. Mas a Puppyfi tem uma missão maior que apenas mostrar os pets. Nós queremos ajudar a encontrar animais perdidos, localizar lares para adotar os abandonados e reunir aqueles que tratam e cuidam dos pets deixados nas ruas e precisam de medicação, dinheiro etc.”, conta Alexandre, que aposta na missão das pessoas como agentes transformadores da sociedade. “A maioria das redes mostra o perfil, fotos que tirou. Mas estar na Puppyfi diz quem a pessoa é! Mostra que ela se importa em ajudar o próximo, ou seja, fala de valores”, completa Alexandre.

A Puppyfi funcionará da seguinte forma:

  • O usuário faz um cadastro gratuito e coloca também o nome do seu pet, com foto, informações, telefones de contato.
  • Se ele está interessado nas discussões, ou em ajudar na localização de animais perdidos, ele pode navegar e notificar que está “na missão”.
  • Se ele quer encontrar seu animal perdido, ele pode colocar informações de contato, descrever o que houve, comprar destaque (assim com os banners de internet) e com
    partilhamentos na página do Facebook.
  • Se o pet foi encontrado, é possível notificar “Pet final feliz”, com direito a depoimento e agradecimentos.
  • Se a pessoa encontrou um animal abandonado e quer ajudá-lo a encontrar um lar, ele pode fazer o cadastro com descrições e contatos, caso alguém se interesse.
  • Pessoas físicas e Ongs poderão se cadastrar para pedir ajuda financeira ou medicamentos e outros itens necessários para manter os animais recolhidos.

 

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Outras matérias que você pode gostar

Agora Nossa Edição Digital é Gratuita!

Garanta a sua assinatura e receba mensalmente nossas Edições no Formato Digital

Receba nossas novidades em seu Email

Revista Negócios Pet

A Revista Negócios Pet é direcionada para lojistas de pet shop, escolas de banhos e tosa, clínicas veterinárias e lojas de aquário.É uma vitrine de novidade com produtos e de acessórios mais utilizados pelos profissionais da área, assim podem trabalhar com as melhores marcas do mercado pet.