Pet South America 20189 min para ler

Experiências desenvolvidas especialmente para médicos-veterinários.

A Pet South America 2018 chegou para trazer uma experiência diferenciada para os médicos-veterinários do Brasil e de toda América Latina. Agora, os profissionais possuem uma área exclusiva no pavilhão, chamada Pet Vet, que reúne as mais importantes empresas do segmento de nutrição e saúde animal e apresenta soluções, conceitos e tecnologia de ponta para clínicas, hospitais e centros de diagnósticos veterinários.

Em uma sociedade em que não para de crescer o número de animais em domicílios e que aumentou consideravelmente a expectativa de vida dos pets, se faz cada vez mais necessária a presença e a atuação qualificada do médico-veterinário. Segundo recente pesquisa do IBGE em conjunto com a Abinpet, o Brasil possui uma população de mais de 130 milhões de animais de estimação, o que representa hoje o terceiro maior mercado pet do mundo em faturamento, atrás apenas dos Estados Unidos e do Reino Unido.

Os mercados pet e veterinário brasileiro apresentam índices muito positivos de crescimento. Por exemplo, o gasto médio mensal das famílias com os animais de estimação chega a R$ 189,00, de acordo com uma pesquisa conduzida pelo SPC Brasil e pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas). Ainda segundo o relatório, não há predominância de fatores como gênero ou classe social na composição do perfil dos internautas que possuem pets: 50,2% são homens e 49,8% mulheres, enquanto 54,4% pertencem à classe C/D/E e outros 45,6% à classe A/B.

Já no mercado de trabalho, o Brasil é o país com maior quantidade de profissionais de Medicina Veterinária no mundo. São mais de 140 mil profissionais registrados no CFMV (Conselho Federal de Medicina Veterinária). Segundo o órgão, há mais de 250 cursos de graduação em Medicina Veterinária no Brasil reconhecidos pelo MEC (Ministério da Educação). Com estes dados, é possível ver a clara ascensão e novas oportunidades do mercado. Sendo assim, se fez necessária a criação de uma área exclusiva e inteiramente dedicada aos médicos-veterinários, para, assim, conseguir atender à demanda destes profissionais. A humanização dos animais de estimação, por exemplo, mudou os hábitos familiares e, com isto, surgiram novas especialidades.

A Pet Vet surgiu com o intuito de valorizar, instruir e auxiliar estes profissionais. Simultaneamente, no mesmo pavilhão, acontecerá a HospitalarVet, projeto criado em parceria com a nova entidade do setor, a ABHV (Associação Brasileira dos Hospitais Veterinários). O ano de 2018 promete ser histórico para este mercado, que apresenta bons sinais de recuperação e acaba de ganhar um evento especializado como nunca foi realizado no Brasil.

O evento foi inteiro desenvolvido nos padrões de importantes feiras internacionais, o que resultou em grandes mudanças em relação às edições anteriores. “A Pet South America traz aos profissionais de veterinária um novo mundo de oportunidades e conhecimento nunca visto no Brasil. A inovação está aqui, junto com as maiores empresas farmacêuticas e de alimentos para animais”, completa João Paulo Picolo, presidente da NürnbergMesse Brasil.

Veja a seguir as principais atrações do evento, que juntas proporcionam uma experiência completa e inédita para os médicos-veterinários.

 

Congresso Internacional Pet South America

Uma das maiores mudanças no evento foi com o tradicional Congresso da Pet South America. Agora, o evento de conteúdo é realizado dentro do pavilhão, em um palco 360°, e não mais no mezanino do São Paulo Expo. A alteração foi realizada para trazer mais dinamismo, interação e flexibilidade para os participantes, que podem circular entre as quatro palestras, que acontecem simultaneamente e decidir qual é a de sua preferência.

Tudo isto só será possível porque o microfone dos palestrantes é direcionado e só pode ser escutado pelo fone de ouvido distribuído aos congressistas. Cada aparelho possui diferentes canais, um dedicado a cada painel. Esta é uma experiência inovadora no Brasil, apresentando tecnologias e conceitos inéditos.

Outro grande diferencial é que agora o congresso é internacional. A Pet South America possui importantes parceiros no segmento veterinário que vão garantir conteúdos de qualidade, como NAVC (North American Veterinary Community) e VCA (Veterinary Centers of America). Além da referência dos materiais apresentados, a parceria proporciona a presença de renomados especialistas internacionais como Espanha, Chile e Estados Unidos.

A programação foi elaborada com base nas últimas demandas do mercado veterinário, abordando novas especialidades e tratamentos. Entre os painéis com abordagem técnica, serão apresentados macrotemas, como Odontologia, Cardiologia, Diagnóstico de Imagem, Bem-Estar, Oftalmologia, Dermatologia, entre outros. Os participantes vão encontrar palestras inovadoras, diferenciadas e inspiradoras.

Um dos grandes destaques do congresso é Guillermo Couto, patrocinado pela Idexx. O palestrante espanhol vai apresentar na plenária, para todos os congressistas, “Soluções integradas para maximizar os resultados na rotina clínico-hospitalar’’. Depois, terá um dia inteiro dedicado a palestras sobre medicina laboratorial, com conteúdos como casos hematológicos desafiadores, análises de exames, perfil bioquímico, cuidados preventivos, doenças transmitidas por vetores, entre outros.

Seguindo com informações relevantes e internacionais, temos os palestrantes do Veterinary Centers of America. Arron Frasier apresentará instruções sobre “a Experiência do Cliente e Programa Bem-Estar”, e Brandon Antin abordará “Inovação e Responsabilidade Social” na Medicina Veterinária. A CDK é responsável por trazer o americano Dennis Keith, também do VCA, para palestrar sobre a especialidade Diagnósticos por Imagem. Ele abordará o uso da CT na Prática Clínica, Tecnologia do Futuro e o Uso de Imagens 3D e dará Dicas sobre Interpretação de Radiografias Abdominais em Cães e Gatos.

Já a North American Veterinary Community, em parceria com a Vetnil, vai trazer Louise Dunn e Eric Garcia, para falar sobre gestão de equipe, com a palestra “Liderando um time de 4 diferentes gerações’’, e outro painel sobre a comunicação entre veterinários e clientes. A especialidade de Dermatologia fica por conta da francesa Virbac, que proporcionará discussões sobre infecções de repetição, Leishmaniose e terapia antipruriginosa com renomados palestrantes.

“Os médicos-veterinários devem esperar uma feira e um congresso nos moldes encontrados no Exterior, nos países mais desenvolvidos. Teremos um congresso muito dinâmico, onde será possível estar em vários locais ou assistir a várias palestras ao mesmo tempo – isso é uma coisa muito inovadora. O contato físico, o networking e a troca de informações será muito maior porque o participante estará o tempo todo em contato com os congressistas, com os expositores e com os palestrantes. E isso gera uma rede de comunicação muito grande”, explica João Abel Buck, presidente da Associação Brasileira de Hospitais Veterinários, parceira do evento, que em paralelo realiza a HospitalarVet.

 

Hospital Design

A edição de 2018 do evento projetou dentro do pavilhão um hospital de referência, totalmente equipado com aparelhos de ponta, para os visitantes da área Pet Vet. O intuito é apresentar o ambiente de trabalho ideal e os equipamentos necessários para ter um atendimento de qualidade. E o melhor de tudo é que todos os produtos, caso seja de interesse do participante, podem ser encontrados nos estandes em exposição, o que permite maior facilidade e oportunidade de negócio.

O Hospital Design tem visitas guiadas com grupos de 10 pessoas, durando cerca de 40 minutos e conduzidas por especialistas da ABHV (Associação Brasileira de Hospitais Veterinários). Assim, os profissionais podem tirar suas dúvidas, trocar experiências e debater sobre as funcionalidades dos aparelhos apresentados.

Em uma área de quase 200m², o hospital tem áreas distintas de atendimento para cães e gatos, tanto na sala de espera, quanto consulta clínica de emergência e nas alas de internação. Assim, cada tipo de animal terá atendimento adequado e diferenciado, minimizando o estresse provocado pelo ambiente estranho. Logo depois, encontram-se as salas de exames de imagem, como raio-x e ultrassom, e a parte laboratorial, com um espaço reservado para coleta de sangue e outro para as análises clínicas dos materiais. Ao lado, há um lounge e uma sala ecumênica para tutores, próximo ao centro cirúrgico e à UTI. Neste local, estarão disponíveis os mais tecnológicos recursos da Medicina Veterinária.

 

Parcerias

O sucesso deste evento se dá também por conta das parcerias firmadas. A Pet South America garantiu a expertise e apoio de importantes parceiros nacionais e internacionais, como o CRMV-SP (Conselho Regional de Medicina Veterinária de São Paulo), a Comac (Comissão de Animais de Companhia), a NAVC (Comunidade Norte Americana de Veterinária), a Rede de Hospitais Veterinários VCA, a ABHV (Associação Brasileira dos Hospitais Veterinários) e o tradicional Interzoo, maior evento pet e veterinário do mundo.

Para o doutor Mario Eduardo Pulga, presidente do CRMV-SP, “é um divisor de águas para a Medicina Veterinária. Tenho certeza que este modelo inovador fará com que os médicos-veterinários se sintam realmente prestigiados e participem, cada vez mais, da feira e do congresso em busca de oportunidades, novidades e atualização profissional”. João Abel Buck, presidente da ABHV, complementa: “É uma mudança de estágio e de patamar. Pela primeira vez terá um local focado e determinado para trazer todas as tecnologias para os médicos-veterinários. O segmento nunca teve um evento como este. Outro destaque é que o congresso passou a ser internacional. Atualmente, não há nenhum outro congresso no Brasil que mescle laboratório e prática com a teoria. Também terão palestras de gestão para atender, por completo, às necessidades dos profissionais. Estamos muito felizes e ansiosos.”

Tom Bohn, CEO da Comunidade Veterinária Norte Americana, comemora a parceria. “Continuando o nosso compromisso de trazer conteúdo internacional e de qualidade para os veterinários do mundo todo, faremos palestras durante a Pet South America, que é um excelente ambiente para geração de negócios. Nós estamos muito felizes de participar e apoiar este evento”, acrescenta. E, por fim, Cristiano de Sá, coordenador da Comac finaliza: “Este novo modelo foi muito bom. A feira está mais focada nos médicos-veterinários, a padronização dos estandes é ótima e as parcerias internacionais também são muito importantes. As mudanças foram de grande valia.”

Comentários
Carregando...