Pesquisa traça perfil do consumidor e novas oportunidades no mercado pet4 min para ler

Em estudo aprofundado, Instituto Qualibest mostra o perfil dos cachorros no Brasil, seus lares e hábitos de seus donos.

O Brasil possui a segunda maior população pet do mundo e a terceira maior em faturamento, segundo dados da Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação). São 52,2 milhões de cachorros em todo o país, apontando uma oportunidade de investimento de diversas áreas – desde hotéis até rações.

Esta pesquisa do Instituto Qualibest traça, de forma aprofundada, o perfil dos cachorros no Brasil, dos lares em que moram e dos hábitos de seus donos com relação ao seu melhor amigo. Foram mais de 14 mil entrevistas, sendo mais de 7 mil exclusivamente com donos de cães que mostram como é a alimentação dos pets, os cuidados com eles, os canais de compra de ração e um comparativo de cuidados e perfis de cada raça.

Neste estudo vendido pelo Pesquisas.com.br ficou claro que as necessidades mais importantes para os donos de pets no Brasil estão diretamente relacionadas com o bem-estar de seus “filhos”, já que os dados coletados mostram aumento na busca por alimentos sem conservantes e também algum tipo de consultoria veterinária.

As marcas mais famosas de ração também tiveram grande relevância nesta pesquisa e foram avaliadas pelos consumidores. O resultado mostra a fidelidade deles com relação à marca que costumam comprar, qual a marca considerada mais cara, a que tem melhor custo-benefício, entre outros dados.

A ração comum ainda é o principal alimento dos cães no Brasil, mas já começa a ganhar a concorrência das marcas que desenvolvem produtos para portes e raças específicas, por exemplo. Por outro lado, cresce cada vez mais, mesmo que ainda longe no ranking dos alimentos, a alimentação feita com comida específica com os nutrientes ideais para aquele animal.

Outro dado muito relevante para as pet shops é a média de quantos serviços cada cachorro usa, de acordo com a sua raça e porte especificamente. Dessa forma é possível para as empresas deste nicho traçar estratégias e planos de negócio voltados para cada cliente, podendo envolver promoções e venda-casada, por exemplo.

Os resultados do estudo apontam ainda os principais problemas de saúde que afetam os pets no Brasil, desde cataratas até obesidade, também detalhados a partir de cada perfil, raça e tamanho dos cães. Além disso, o estudo mostra também quais as marcas que esses consumidores jamais comprariam para seus bichinhos, aquelas com maior percepção de qualidade e as que eles recomendariam.

A seguir, você confere os principais pontos da pesquisa:

Público e amostra

  • Participaram da pesquisa, homens e mulheres, de 18 anos ou mais, das classes ABCD (Critério Brasil – 2015), abrangência nacional, possuidores de cão/ cachorro e responsáveis pelos cuidados com o animal.

 

Testes estatísticos

  • 95% de margem de confiança

 

Coleta de dados

  • Primeiro trimestre 2017

 

Incidência

Possui animal de estimação?

65% possuem

 

Quem cuida do seu cão?

96% são os principais cuidadores ou se envolvem com o cuidado.

30% dos donos de cães têm mais de um cão.

51% dos internautas têm cães.

 

Principais Raças

  • Vira-lata 41%
  • Poodle 11%
  • Pinscher 7%
  • Labrador 5%
  • Pitbull 3%
  • Lhasa Apso 3%

 

Donos e seus cães

  • 72% concordam que cachorro de casa é tratado “como gente”/ membro da família.
  • 60% concordam que pessoas que têm cachorro tendem a respeitar mais o outro.
  • 27% sempre comemoram o aniversário do cachorro.
  • 28% afirmam que o cão dorme na cama do dono ou de seus familiares.

 

Vira-latas

  • 45% comem ração comum.
  • O que mais consome ração a granel (25%).

 

Poodle

  • 78% concordam que é tratado “como gente”/ membro da família.
  • A raça que mais se ganha! (34%).
  • Usam, em média, 5 serviços diferentes em pet shop:

• 85% Tosa.

• 81% Banho.

• 62% Vacinação.

• 52% Serviços veterinários.

• 47% Compra de ração.

 

Pinscher

  • 23% são filhotes de cães que já estão na família.
  • 44% consomem Pedigree.

Labrador

  • 70% usam serviço de vacinação em pet shop.
  • Os que mais ficam em hotéis quando os donos viajam (4%).
  • 93% são criados em casa (2% em apartamentos).

 

Lhasa Apso

  • 26% foram comprados em pet shop ou criadouros.
  • Os que mais têm dermatite (9%) e alergia cutânea (8%).
  • A raça que mais usa serviço em pet shop. Em média 6 serviços:

• 94% Banho.

• 94% Tosa.

• 69% Vacinação.

• 57% Compra de ração.

• 53% Compra de acessórios.

• 51% Corte de unhas.

 

  • 61% são fiéis às marcas de ração que consomem (41% usam ração específica para a raça).
  • 51% usam ração específica para porte e 20% consomem Golden.

 

 

Comentários
Carregando...