Autoprovocação no mundo dos negócios5 min para ler

É importante aproveitar os momentos onde todos estão dispostos a se desafiarem mais, a ousarem mais e a criarem mais, para encontrarmos um “algo” para transformar nossas empresas, nossas empreitadas, enfim, nossas vidas.

E, justamente pensando no “novo” que decidimos iniciar este ano com um inusitado desafio: provocar! Até mesmo aqueles empresários que já atingiram o que determinaram como ‘sucesso’ continuam se reinventando para sempre renovar e inovar, para que suas contribuições possam realmente influenciar mundo afora.

Mas, voltando para “nosso” negócio, o que trazemos nestas breves linhas são pequenas atitudes que, no dia a dia, podem contribuir para que seu negócio não caia na mesmice. Não somos donos da verdade, apenas analisamos o que alguns profissionais que obtiveram sucesso fizeram e continuam fazendo e pretendemos com esta divulgação gerar algo ‘diferente’ neste segmento. Poderíamos citar uma lista de livros e tratados de sucesso e ainda assim não teríamos a certeza de que mesmo com a leitura e aplicação dos ensinamentos ali contidos teríamos resultados de sucesso.

Nossa ideia é outra! É de provocar a se autoprovocar! Mas… Vamos aos dados.

  • De acordo com matéria publicada no G1 em 27/12/17, o comércio eletrônico (e-commerce) teve alta de 13% em 2017. Foram quase R$ 9 bi só no período natalino.
  • Em abril do ano passado, a Exame publicou uma matéria sobre o crescimento do segmento de Saúde Animal, inclusive citando a mudança no comportamento dos proprietários (agora chamados de tutores também) de animais de estimação, o que de fato influenciou para que novos empreendedores se arriscassem nesta vertente.

O mercado é cruel e não dá mais espaços para amadores. Isso fez com que aqueles que estavam mais estruturados, organizados e se reinventando pudessem se manter frente à concorrência apelativa e se sustentar ao longo do ano difícil que a economia brasileira apresentou.

Agora, uma listinha de coisas bacanas que ajudam a gerar uma distância (enorme) entre aventureiros e consolidados:

 

Controle

O que não se mede, não se altera… Se você não tem um sistema (que seja uma tabela ou caderninho…) para controlar suas compras, vendas, preços, entradas e saídas, você está por fora e poderá ser engolido rapidamente. Precisa entender melhor que seu negócio precisa de maior controle para evitar os desperdícios, como por exemplo ter aqueles produtos que estão prestes à vencer na prateleira. Existem plataformas sérias que ajudam a controlar, inclusive com inteligência artificial e algoritmos poderosíssimos, a coluna dorsal do seu negócio, mantendo estoque sob demanda e trazendo informações precisas de como comprar melhor.

 

Agilidade

Hoje, a demanda é absurdamente exigente. Não dá mais para não ter o produto buscado pelo seu cliente em seu estabelecimento. Muitos dos empreendedores deste segmento estão utilizando métodos de compras mais ágeis, como a internet, para evitarem a ruptura. Com isso conseguem comprar melhor e em menor quantidade, não necessitando de enormes vultos de investimento em estoques, trabalhando mais na demanda. Há também ferramentas digitais que auxiliam ao agendamento de promoções e ações comerciais focadas. Vale muito a pena conhecê-las.

 

Informação

O mundo se digitalizou. Todos sabem “tudo” agora. Se não sabem, “dão um google” e descobrem na hora. Importante que você tenha sempre a antena ligada nas inovações, pois o seu cliente irá solicitar (lhe cobrar). Lançamentos, novidades, novos produtos e medicamentos estão cada vez mais ‘charmosos’ e conseguem conquistar a opinião do comprador, mesmo sem ele ir até um estabelecimento. Você tem que estar onde seu cliente está. E pensando como ele! Em 2018 é impossível que alguém ainda não tenha um dispositivo móvel (smartphone) com internet à mão e que não esteja conectado. Fique atento ao que ele busca!

 

Diferencial

Por mais chavão que possa parecer, ter um “diferencial” ainda mantém os clientes fiéis aos seus fornecedores. Em uma determinada rede de postos de gasolina de São Paulo instituíram algo novo: Enquanto seu carro é abastecido, vem uma senhora com sorriso sutil e jeito carinhoso oferecendo um cafezinho. Gratuitamente. Perceba que “café” não é nem de longe um produto do negócio (postos de combustíveis), porém, com isso, criaram um diferencial de baixíssimo investimento que tira o sono da concorrência.

 

Pessoalidade

A criação de uma “persona”. Manter algum tipo de relacionamento com seus clientes não é das tarefas mais fáceis. Pequenos programas, inclusive na nuvem, podem lhe auxiliar a ter, por exemplo, dados dos seus clientes para que você possa ser cada vez mais assertivo em suas promoções e ofertas. Com isso você pode, por exemplo, oferecer algum tipo de promoção na semana do aniversário do seu cliente ou da empresa dele. Pense nisso e crie oportunidades exclusivas e inclusivas!

Se pudéssemos relatar o que vemos por aí e como poderíamos ajudar muitos empresários a se despontarem, certamente o faríamos… Mas nem todos são como você! Não se ligam nas coisas novas, em textos sobre inovação, em palavras em outra língua como e-commerce, omnichannel, cloud computing, software, B2B (Business to Business), A.I., IoT, etc.

Mas, se quiser ir mais além, basta querer. A partir de agora, publicaremos textos periódicos para que você possa conhecer novas tecnologias e ferramentas digitais que auxiliam no dia a dia do seu negócio, ajuda a se provocar mais, engajar melhor seus clientes e, por fim, ter ainda mais sucesso!

Sucesso e…

Só coisas boas em 2018.

 

Leo Cinezi Co-Founder / CMO

 

 

Comentários
Carregando...