Você é lucrativo?2 min para ler

Você é lucrativo? Quando se pergunta deste assunto, qual seu sentimento: positivo ou negativo?

Se negativo, por quê? Por você ainda não ter os números, por não saber como fazer, porque já sabe que não é lucrativo, ou por que odeia este assunto? Este artigo não é para você que odeia lidar com números ou que acha aviltante pensar sua clínica como um negócio frio.

Se você gostaria de ter maior lucro e, por conseguinte, mais dinheiro para crescer sua empresa, contratar mais, adquirir mais equipamentos, fazer cursos novos, reflita a razão de você ainda não ter a resposta. Quando você vai começar a se dar uma tarde pelo menos na semana para “apenas” mexer com seus números de receita e gastos? “Quem trabalha demais não tem tempo para ganhar dinheiro.” Pode parecer “clichê”, mas é a pura realidade.

Ser profissional não significa apenas diagnosticar e tratar, mas também lidar com seu financeiro. Ter clínica não necessariamente significa ter empresa. Em qual fase você está? Para saber seu lucro, anote todas as entradas e saídas; e que seja no papel. Veja se sobra dinheiro no fim do dia, da semana, do mês. Não misture dinheiro da empresa com a sua vida pessoal. Nunca, jamais. O ideal para quem é negligente ou desorganizado com finanças é se colocar um pró-labore, um “salário” fixo a si, com o qual você vive fora da clínica ou pet shop. E evite fazer novas retiradas. Enxergue que se você gastar seu pró-labore antes do fim do mês: ou ele é baixo ou seus gastos são demasiadamente altos. Esta segunda hipótese costuma ser a mais frequente.

Nos EUA o lucro médio da clínica gira em torno de 12% a 18%, o que provavelmente é similar no Brasil, pois não há pesquisas globais que apontem estas estatísticas. Para seu bem, comece a anotar tudo e refletir sobre lucro e o principal, se ele vem permitindo uma vida satisfatória a você, sua família e equipe. A decisão é sua!

Prof. Dr. Marco Antonio Gioso – FMVZ-USP www.usp.br/locfmvz

 

 

Comentários
Carregando...