Revista Negócios Pet

Os cuidados com OS EXÓTICOS

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Os cuidados com OS EXÓTICOS

Quando se fala de animais de estimação logo vem à mente cães e gatos, porém não é raro conhecer pessoas que preferem a excentricidade e que optem por pets diferentes como tartarugas, coelhos, chinchilas, porquinhos-da-índia, iguanas, cobras, salamandras e algumas espécies de aves. A veterinária especialista em animais exóticos, Erika Fruhvald, da Animal Place, rede de franquias que oferece a integração de serviços de hospital veterinário e centro estético, fala sobre os cuidados na hora da escolha desses animais.

A primeira dica da profissional é adquirir esses animais apenas de lojas e criadores que tenham atividades legalizadas pelo Ibama e, antes de tomar a decisão, obter todas as informações a respeito da criação deles com um veterinário especializado. “Uma conversa prévia é importante para conhecer as diferentes espécies e as suas respectivas particularidades, para só então ter certeza se terá condições e disposição suficientes para criar e manter o animal em boas condições”, explica Erika. “Criá-los exige responsabilidade, tempo e dinheiro”, complementa.

Algumas espécies exigem um pouco mais do criador, tais como cobras, corujas e gaviões, já que necessitam ingerir, regularmente, presas inteiras como camundongos ou ratos criados em biotério. “Apenas por esse motivo, muitas pessoas não conseguiriam manter esses animais, pois não teriam capacidade financeiras e psicológicas”, explica a especialista. Outras são menos selvagens, como os coelhos, por exemplo, porém as informações sobre a criação devem ser tomadas da mesma forma. “Muitos pais presenteiam os filhos com coelhos domésticos sem conhecer o perfil e o comportamento do animal, que é muitas vezes arisco e pode causar um impacto contrário ao esperado na relação diária com a criança”, diz.

Quando bem analisados os casos e tendo todas as informações necessárias é possível comprar ou adotar com segurança animais silvestres ou exóticos. “É essencial que este processo venha acompanhado de muita pesquisa, orientação, disposição e conhecimento por parte de quem quer ter e deseja um animal, seja ele qual for. Desta forma será evitado os maus-tratos, o abandono e sofrimento do animal”, finaliza.

 

 

Agora Nossa Edição Digital é Gratuita!

Garanta a sua assinatura e receba mensalmente nossas Edições no Formato Digital

Outras matérias que você pode gostar

Parceiros