Matéria na Íntegra – Dieta Balanceada para Aves de Estimação4 min para ler

A busca por uma dieta saudável é o tema de muitas discussões em nosso dia a dia.

Por que não nos preocuparmos em oferecer uma dieta ideal para nossas aves de estimação também? A ideia de que as sementes, como o girassol, alpiste, painço, entre outras que formam as misturas de sementes disponíveis no mercado, são a melhor opção para a base da dieta das nossas aves ainda é muito disseminada, apesar de estar errada.

As sementes são de fácil armazenamento e baixo custo, porém apresentam várias deficiências nutricionais, além de proporcionarem um ambiente adequado para o desenvolvimento de fungos. Esses problemas irão gerar danos ao organismo das aves que possuem sementes como base da dieta, refletindo em sérios problemas de saúde.

O girassol e todas as outras sementes já mencionadas são pobres em vitaminas, proteínas e possuem gordura em excesso. Todo esse desbalanço nutricional resulta na diminuição da expectativa de vida das aves de estimação.

A vitamina A está disponível em concentrações muito abaixo do necessário nas dietas dos nossos pets que ingerem sementes. Essa falha da alimentação pode se manifestar como alterações em todos os tecidos do corpo da ave, pois essa vitamina está envolvida na renovação das células do corpo. Portanto, em um quadro de hipovitaminose A, o animal pode ter defeitos na formação dos tecidos respiratório, reprodutivo, renal, pele e todos os demais. A principal lesão é a descamação. O tecido não consegue se formar como deveria e toma um aspecto ressecado e tem sua função gravemente comprometida.

Os locais onde essa descamação é mais evidente são bico e patas; e a perda da função de proteção da pele se mostra quando o animal começa a ter lesões em região plantar (sola) das patas, pois simplesmente a pele está extremamente ressecada e isso abre portas para infecções.

O excesso de gordura ingerido além da obesidade, que já compromete a qualidade de vida da ave, predispõe à formação de aterosclerose e problemas no fígado. Humanos e aves são as classes de animais que possuem metabolismo que permite a deposição de placas de gorduras nos vasos sanguíneos – aterosclerose, logo a dieta é essencial na prevenção dessa doença.

Outro grave problema de saúde que a dieta baseada em sementes pode gerar em nossas aves é o fígado gorduroso – a lipidose hepática, pois há uma alta ingestão de gordura e o fígado não é capaz de metabolizar ela completamente, assim  ocorre acúmulo de gordura nas células do fígado. Devido ao acúmulo de gordura em suas células, o fígado torna-se gravemente prejudicado e toda a capacidade de eliminar toxinas do corpo pela ação do fígado é perdida, correndo o risco de o animal apresentar sinais neurológicos nos estágios avançados de degeneração desse orgão. Muitas aves chegam a apresentar quadros de convulsão e podem vir a óbito.

Essas doenças de origem nutricional são apenas uma pequena parcela dos problemas que podem ser provenientes de uma dieta baseada em semente de girassol e tantas outras sementes. A saúde da ave fica gravemente comprometida e é apenas questão de tempo para que problemas surjam nesses pets que não são alimentados adequadamente. A busca para uma dieta balanceada e saudável é oferecer ração extrusada (Foto) já disponível no mercado de ração. Existem rações específicas para a maioria das espécies (calopsitas, papagaios, canários, araras, entres outras aves). Além da ração como base da dieta, podemos oferecer diariamente frutas variadas (mamão, maçã, banana, manga, goiaba, etc.), legumes (milho, vagem, jiló, etc.) e folhas de coloração verde escura (couve, rúcula, almeirão, catalúnia, etc.).

É válido ressaltar que o ideal é sempre consultar um médico-veterinário especialista em medicina de animais selvagens para tirar dúvidas, receber orientações e elaborar uma dieta adequada para o seu pet, garantindo assim um manejo adequado e prolongando a expectativa de vida do seu animal.

Julia Maria Ribeiro é médica-veterinária e especialista em Medicina de Animais Selvagens pela Unesp Jaboticabal-SP.

Contato: jmr.veterinaria@gmail.com

 

 

Comentários
Carregando...