Produtos para Aves5 min para ler

Um mercado promissor que movimenta R$ 25 bilhões por ano.

O mercado de produtos para aves está inserido no contexto do imenso segmento pet e representa um total de 132 milhões de animais no Brasil, conforme dados de levantamentos do IBGE.

Nesse total, estão incluídos 53 milhões de cães e 38 milhões de aves, ou seja, estas correspondendo ao segundo lugar entre as opções de animais criados pelo homem.

Podemos entender, assim, que este mercado é bastante significativo e envolve cifras, no que se refere a produtos para aves, acima de bilhões de reais em faturamento.

No início, este segmento não oferecia diferencial aos consumidores, sendo disponibilizados pequenos negócios que visavam atender à venda de rações e acessórios básicos para os pássaros.

Com o passar do tempo, foi percebida a grande demanda deste mercado e a necessidade de maior qualificação da mão de obra para atender às necessidades, assim como o desenvolvimento de ampliar a oferta de animais e acessórios inovadores para as aves.

Atualmente este nicho de mercado, de forma geral, movimentou em 2017 cerca de R$ 25 bilhões, representando um aumento de 7% em relação ao ano anterior.

Dentro dessa fatia, temos a seguinte distribuição:

  • A maior parte, cerca de 69%, concentra-se no segmento de alimentação.
  • 16% em serviços.

 

O restante – 15% – em: Acessórios.

  • Medicamentos veterinários.
  • Produtos de higiene.
  • Itens de beleza.

Dessa forma, podemos verificar que o segmento de produtos para aves tem uma influência significativa no PIB e, consequentemente, na lucratividade de quem exerce atividades nessa área.

Investindo cada vez mais em inovação e diversificação de produtos, é correto afirmar que este é um segmento de mercado em expansão bastante significativa e traz consigo a motivação de consumidores a realizar compras e investir em aves que lhe proporcionem satisfação.

Isso faz com que o segmento tenha sempre incentivos para aumentar sua participação real na economia e se fortaleça cada vez mais. Afinal, qualquer pet, hoje em dia, é tratado com muito respeito e faz parte de uma demonstração de amor de seus donos para com eles.

Os produtos para aves vêm apresentando crescimento contínuo e com tendências a se superar a cada ano, como vemos.

O Brasil possui o quarto maior número de animais de estimação do mundo, sendo que sua participação no faturamento mundial desse mercado é a de 3º lugar, representando pouco mais de 5% do faturamento mundial de produtos para pet.

Existem, no Brasil, aproximadamente 30 mil lojas de pequeno e médio portes, incluindo aí mercadinhos e supermercados que comercializam produtos nessa área.

E a tendência é de ampliação do mercado, com perspectivas de vendas com maior valor agregado, refletindo diretamente em aumento de resultados para quem trabalha com este segmento.

Dentro de tal perspectiva, existe um ramo que está se destacando bastante, o de aves ornamentais, com alto valor para quem as comercializa e bastante interesse por parte do público consumidor.

Esse mercado vem crescendo cerca de 10% ao ano conforme a Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação). Dentre os exemplos de maior avanço desse segmento, podemos citar a criação de calopsitas, totalmente adaptadas ao convívio doméstico.

Porém, existem várias alternativas de aves raras e de todos os padrões de preços, que acabam atraindo a atenção de consumidores que têm interesse em iniciar seus cuidados nessa área.

Essas aves exóticas devem ser cuidadosamente selecionadas e ter suas autorizações para comercialização devidamente obtidas junto às autoridades competentes, como o Ibama.

 

Tendências de consumo de mercado

O nicho vem apresentando tendências de aumento de consumo de produtos para aves bastante importantes. Porém, existem alguns aspectos que podem direcionar o entendimento desse aumento, através de opções do consumidor por algumas espécies mais selecionadas.

Dentro dessa perspectiva, é possível identificar o crescimento das aves ornamentais e também das silvestres. Esses dois tipos de aves são altamente desejadas por consumidores e lojistas que possuem interesse em sua comercialização.

 

Aves silvestres

As aves silvestres são aquelas específicas do território nacional e, embora recebam essa designação, não são capturadas na Natureza, mas sim nascidas em cativeiro, com autorização e controle das autoridades competentes.

São extremamente dóceis e facilmente domesticáveis. Nesse grupo se enquadram os periquitos, papagaios e araras, sendo inclusive criadas e exportadas para diversos países.

Suas características as fazem ser adotadas como aves para companhia das pessoas.

 

Aves ornamentais

As aves ornamentais também representam uma parcela bastante importante nesse segmento e acabam sendo desejadas como perfeitas integrantes das famílias que dispensam a elas todo o carinho e afeto necessários a manter uma convivência harmônica e divertida.

Todas representam animais de grande apelo de consumo e, dessa forma, bastante interessantes para quem comercializa aves no Brasil e no mundo.

Existem ainda as aves canoras, que fascinam por seus cantos deslumbrantes e constantes, como o trinca-ferro, sabiá, curió, coleirinha, canário-da-terra, que possuem alto valor agregado e resultados consideráveis para quem as vende.

Porém, há de se ressaltar que todas devem possuir autorização à sua comercialização, para que seus proprietários não corram riscos de enquadramento sob punições legais.

Todas essas espécies acabam gerando o consumo de alimentos específicos e locais de guarda apropriados, permitindo afirmar ser um negócio altamente lucrativo.

www.portaldospassaros.com.br

 

 

Comentários
Carregando...