Revista Negócios Pet

Os principais sinais de que seu gato está saudável

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Os principais sinais de que seu gato está saudável

Muitos acreditam que o único indício é quando se percebe que estão amuados, mas de acordo com a médica-veterinária da ração super premium Equilíbrio, Bárbara Benitez, nem sempre esse é o fator que determina se o felino está doente ou não.

“Atente-se principalmente nas primeiras semanas de vida do gatinho, principalmente após o desmame, pois é quando ficam mais frágeis e também se registra uma taxa grande de mortalidade, por estarem mais suscetíveis à contração de doenças”, alerta Benitez. Pensando nisto, a médica veterinária listou alguns cuidados para manter a saúde do seu bichano em dia:

 

Olho nos olhos

Os olhos precisam estar com aspecto natural, vivos e brilhantes, demonstrando a aparência saudável. Felinos possuem uma terceira pálpebra escondida e só aparece quando é preciso proteger os olhos de alguma irritação ou ferimento. “Quando a pálpebra estiver visível, algo estará errado e será necessário levá-lo ao veterinário. Outros sintomas que também indicam que o peludo merece atenção especial são as alterações na cor dos olhos e lacrimejamento constante”, explica a veterinária.

 

Mais atenção às orelhas

O ouvido sadio de um gatinho não tem secreção ou odor, por isso fique atenta ao limpar a orelhinha com algodão. Não deve haver mau cheiro ou secreção amarelada ou amarronzada. Orelhas saudáveis têm coloração cor de rosa bem clara. De acordo com a especialista, se o felino coçar bastante as orelhas e balançar a cabeça bruscamente, leve-o rapidamente a um médico veterinário, pois pode se tratar de uma infecção de ouvido. Infecções podem ter consequências graves se não tratadas a tempo.

 

Cuidado especial com a boca

Essa avaliação é indicada em toda consulta clínica, independente do perfil comportamental do felino; agressivos ou mansos esta avaliação é extremamente necessária. O tutor pode levantar o lábio superior do felino e olhar as gengivas elas devem estar sempre rosadas. A palidez pode ser um diagnóstico de anemia. Assim como a gengiva, a língua também precisa de uma coloração rósea. Caso identifique algo incomum, o médico-veterinário de confiança deve ser consultado.

 

Focinho úmido? Bom sinal!

O focinho deve estar sempre úmido e frio, pois quando seco e quente pode ser um sinal de febre. Observe outros sinais, tais como a perda de apetite.

 

Fique de olho na pelagem do felino

É muito comum a queda do pelo do bichano de maneira uniforme e sem falhas, pois a troca de pelos acontece anualmente. Mas é necessário estar atento se há carrapatos ou pulgas, ou então nódulos ou verrugas grandes, uma vez que, caso existam, devem ser checadas pelo médico-veterinário do seu felino.

 

Alimentação

Todo animalzinho merece uma atenção especial quando o assunto é alimentação. Afinal, é através dela que a qualidade e a expectativa de vida do nosso amiguinho aumentam. Jamais ofereça comida de humanos ao felino e alimente-o com uma ração adequada.

 

 

Agora Nossa Edição Digital é Gratuita!

Garanta a sua assinatura e receba mensalmente nossas Edições no Formato Digital

Outras matérias que você pode gostar

Parceiros