Cuidados na alimentação da gata gestante

Diferentemente das cadelas, as gatas gestantes necessitam de mais energia já no começo da gestação.

Além de manter a nutrição equilibrada, como explica Thiago Marçal, veterinário da Nutrire – indústria de alimentos de alta performance para pets.

“Isso ocorre porque existe a necessidade de se criar um “estoque” de gordura para suprir a necessidade energética ao longo do desenvolvimento da ninhada, e também durante a fase de lactação, que dura de 6 a 8 semanas”, explica. O gasto de energia nas primeiras semanas é muito alto, por isso, os cuidados com a alimentação são fundamentais.

Dessa forma, a gata não sofre com perda de peso, diminuição da imunidade e ainda garante todo o leite necessário aos filhotes, pois no final da gestação e na lactação a gata não consegue metabolizar energia na mesma velocidade e quantidade que necessita. “Por esses motivos, durante toda a gestação e até o final da lactação, é recomendado que seja oferecido às gatinhas alimento indicado para filhotes, pois possui maior quantidade de proteína e gordura e, consequentemente, de energia”, revela Dr. Marçal.

Além disso, recomenda-se dobrar a quantidade diária oferecida ou deixar acesso livre durante todo o dia, pois os gatos possuem o hábito de se alimentar várias vezes ao dia em pequenas porções. “Esses cuidados, aliados a exercícios físicos moderados, garantirão uma gestação e lactação tranquilas assim como filhotes fortes e saudáveis”, complementa. Outra dica importante é manter a carteirinha de vacinação em dia. Visitas ao veterinário são essenciais, principalmente nesta fase de vida.

 

 

Comentários
Carregando...