Mudança é a Palavra do Ano para os brasileiros2 min para ler

O Brasil parece, finalmente, ter encontrado o caminho da retomada da economia.

Depois de dois anos consecutivos de retração, o PIB (Produto Interno Bruto) voltou a crescer. Para 2018, de acordo com dados divulgados pelo Banco Central, é que a estimativa do PIB avance 1,4%. Tais resultados vieram como um alento ao cenário em que o País se encontrava e foi estimulado por diversos setores da economia. Entre eles, está a tímida, mas relevante recuperação do consumo das famílias, que resultou no crescimento de 2% do varejo no ano passado e caminha para 4,3% de expansão em 2018, de acordo com previsões da CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Embora os bons sinais de retomada da economia já estejam aparecendo, o desemprego continua impactando no nível de endividamento dos brasileiros, bem como o acesso delas ao crédito saudável. Atualmente, 60,7% das famílias possuem dívida, sendo que, quase 10% não têm condições de quitar ou renegociar as dívidas, segundo última pesquisa da CNC.

Diante dessa situação, muitos passaram a se perguntar: o que podemos esperar em 2019?

Bom, sem dúvida existe uma incerteza no ar, tanto econômica como social. Mas, enquanto cidadãos, acredito que devemos fazer a nossa parte, correr atrás de nossos sonhos profissionais, emocionais, sem que isso atrapalhe a evolução e a diginidade de ninguém. Acho que isso é o princípio básico, mas que infelizmente, hoje em dia, se perdeu.

Meu desejo para esse novo ano que logo começará é que retomemos nossos valores e respeitemos uns aos outros, assim fica mais fácil enfrentar os desafios da vida cotidiana.

Quanto ao nosso mercado, vamos lutar para que as mudanças sejam benéficas e que o crescimento constante, embora as crises, prevaleça.

A todos colaboradores, leitores e parceiros agradecemos o incentivo e contribuição e desejamos boas-festas, com muito amor e saúde.

Que venha 2019!

 

 

Comentários
Carregando...