Editorial Edição 1622 min para ler

Vai nessa Brasil!

O meio do ano chegou trazendo consigo mais uma Copa do Mundo. Depois do fatídico 7×1, o brasileiro, mais timidamente, começa a se preparar para a seleção. Exemplo disso é o álbum da Copa que virou febre entre crianças, adolescentes e, por que não, muitos adultos.

E, como o mercado pet pode entrar nessa onda e lucrar? Já tem muita gente fazendo roupas temáticas, acessórios e muitas pet shops começando a decorar suas vitrines de verde e amarelo.

A Copa do Mundo não é o momento de apenas o país sede ter lucro: na realidade, todos os países que estão participando podem ter cidadãos trabalhando. Para quem espera que esse evento seja a oportunidade de conseguir uma renda maior no mês de junho e de julho, vale a pena investir sim e vender itens que os torcedores possam utilizar junto de seus pets enquanto assistem às partidas.

Uma boa pedida é vender adereços para o pessoal utilizar durante as partidas. Chapéu com as cores da bandeira, máscaras, bandeiras de pano, bandanas, roupas, aperitivos, etc. Há uma infinidade de produtos que vendem mais do que água nessa época do ano.

Unir a paixão com a chance de ganhar um dinheiro extra enche os olhos dos brasileiros, que estão cada vez mais conectados e já são grandes conhecidos nos mercados de redes sociais do mundo todo. Por que não mostrar os itens temáticos na rede? Vale tudo para tentar aquecer um pouco mais o setor.

Pensando nisso fizemos algumas matérias falando desse tema e também alinhamos a chegada das temperaturas baixas, falando um pouco dos cuidados que devem se indicar para clientes e pacientes durante esta época do ano.

Além das matérias citadas, também trouxemos nossos cadernos costumeiros recheados de informações úteis para o nosso mercado.

Boa leitura!

Vai Brasil!

 

 

Comentários
Carregando...