Revista Negócios Pet

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email

Coronavírus: M.V. Luis Fernando Moraes M.Sc.

 

Outra condição que não devemos esquecer é o fortalecimento imunológico, pois apenas através dele teremos o controle desta pandemia. Neste contexto podemos utilizar inúmeros nutrientes e estratégias para ajudar na prevenção e no tratamento da doença.

O fortalecimento do sistema imunológico será fundamental para o controle da pandemia e para isso podemos utilizar diversas estratégias.

Primeiro ponto importante é dormir bem, precisamos da adequada produção de melatonina, dormir menos de 6 horas por dia enfraquece a imunidade celular aniquilando as células Natural Killer (NK). Para aumentar a produção de melatonina devemos no momento de dormir retirar qualquer aparelho eletrodoméstico da tomada, desligar a internet e deixar o quarto o mais escuro possível e ao acordar pela manhã abrir a janela e receber o sol diretamente no rosto, estas práticas aumentam de forma considerável os níveis de melatonina durante a noite.

Segundo ponto importante é gerenciar o estresse: o estresse psicológico interrompe a regulação do sistema imune e está associado ao aumento do grau de inflamação pulmonar nos indivíduos acometidos

 

O vírus induz alta produção do radical livre superóxido e peroxido de hidrogênio pela NAD oxidase inativando o receptor Toll-like 7(TRL-7) que é responsável pela síntese de interferon pela célula, neste contexto a modulação do estresse oxidativo é uma importante estratégia para o equilíbrio do sistema oxidativo e imunológico, alguns nutracêuticos podem ser uteis para esta finalidade como:  N-acetilcísteína, ácido lipóico e selênio que modulam os níveis de peróxido de hidrogênio transformando-o em água e oxigênio.

 

Outro mecanismo viral importante na sintomatologia é a ativação de citocinas inflamatórias mediadas pelo fator NF-kB

 

O estresse oxidativo e ativação de citocinas inflamatórias presentes durante a infecção contribuem drasticamente para a gravidade pulmonar da doença, os pacientes mais inflamados e oxidados apresentam piores prognósticos

 

Diversos nutracêuticos podem contribuir no fortalecimento do sistema imunológico e também na modulação do estresse oxidativo e inflamatório como: Beta-glucana 1,3 e 1,6, Sulfato de zinco, Vitamina C, Melatonina, Spirulina, Camomila e Alho. Todos esses nutracêuticos tiveram na literatura trabalhos científicos demonstrando seus benefícios para Influenza e SARS-Cov2

Os Flavonóides são fitonutrientes presentes em diversas plantas e podem modular o fator NF-kB reduzindo a gravidade do processo inflamatório. O famoso chá de camomila é bem rico flavonoides e pode ser utilizado para esta finalidade.

 

A vitamina C também reduz a expressão o fator NF-Kb, reduzindo a presença de macrófagos tóxicos e está sendo utilizado no tratamento da COVID-19 em Nova York, sucos de limão e acerola são ótimas fontes de vitamina C.

 

Alho fresco por seus compostos sulfurados apresenta propriedades bactericidas, antivirais além de fortalecer o sistema imunológico e reduzir o

estresse oxidativo acelerando a recuperação nos casos de Influenza

 

Melatonina além de sua fantástica ação frente ao sistema imunológico é também um super antioxidante reduzindo o fator de transcrição de citocinas inflamatórias NF-kB, modulando o processo inflamatório pulmonar, essa é uma informação interessante para explicar o fato que o vírus não afeta tanto as crianças e é bem mais agressivo em idosos, pois a medida que vamos envelhecendo os níveis plasmáticos de melatonina vão caindo.

A melatonina reduz a leão pulmonar oxidativa e o recrutamento de células inflamatórias durante infecções virais.

 

A hidroxicloroquina associada a azitromicina apresentou resultados promissores nos pacientes testados até o momento e é uma grande esperança para reduzir a gravidade pulmonar nos pacientes.

 

Portanto além das práticas de contenção da pandemia devemos cuidar do nosso sistema imunológico para que este período sombrio passe o mais rápido possível.

 

M.V. Luis Fernando Moraes M.Sc.

Nutricionista Humano e Médico Veterinário – UNIP

Consultor Técnico de Produtos Nutracêuticos

Professor e Coordenador do Curso de Nutrição Funcional e Medicina Nutracêutica de Cães e Gatos

Professor de Diversos Cursos de Pós Graduação na Medicina Veterinária (Ibra, Bioethicus, Anclivepa, Qualitas, Iman)

Consultor e Pesquisador Convidado Master Minds INOVET

Agora Nossa Edição Digital é Gratuita!

Garanta a sua assinatura e receba mensalmente nossas Edições no Formato Digital

Outras matérias que você pode gostar

Receba avisos dos próximos eventos do setor pet
Inscrever
close-image