O que você está fazendo por sua vida hoje?4 min para ler

Durante longos e árduos anos da minha vida eu fui adepta da filosofia da música do cantor Zeca Pagodinho “deixa a vida me levar, vida leva eu”.

Eu via realmente a vida acontecer, ficava na arquibancada apenas observando as conquistas e realizações das outras pessoas e eu na inércia. Era uma total coadjuvante, sentada na plateia, muito confortável na minha “zona de desconforto”. Fazia o que todos faziam, cumpria meu horário no emprego, recebia meu salário no quinto dia útil, pagava as contas e trocava minhas horas por dinheiro, sem motivação nenhuma para ir além, para me desafiar, para ser uma pessoa melhor e assim contribuir mais na minha vida, na vida da minha família e fazer a diferença na vida de outras pessoas.

Até que um dia, após o Universo ter apontado todos os sinais de que algo não estava bem, o pouco que eu havia construído desabou e eu fui literalmente expulsa da minha zona de conforto para a zona do “tá na hora de acordar”. Em pouco menos de 2 anos eu já tinha dado a volta por cima, me reinventei, passei a empreender e hoje tenho uma carreira sólida ajudando empresas e pessoas a construírem a realidade que querem e merecem viver. E tudo partiu de uma decisão que eu já compartilhei com vocês, há uns meses, aqui nesta coluna.

O que eu quero com este relato é lhe questionar: o que você tem feito por sua vida até este momento? O que tem construído? O que tem feito sentido para você? No que tem contribuído de melhora e evolução na sua vida e na vida de outras pessoas? Quais são seus objetivos e metas?! Está produzindo na direção deles ou está estagnado? Aliás, você sabe o que quer ser? Quem você é hoje? Você está satisfeito com a sua vida hoje? Se não estiver satisfeito, penso que você pode começar a pensar em quem você quer ser daqui a 5 anos e traçar um plano para chegar lá. Já é um ótimo caminho, porque uma coisa é certa: não estamos neste plano, neste momento, vivendo esta vida e com estas pessoas por acaso. Tudo tem um motivo de ser, um propósito e cada um tem uma missão a cumprir e um aprendizado para absorver.

Recebi um e-mail de um coach famoso contando sobre o resultado de um estudo realizado nos Estados Unidos, pela Universidade de Scranton, onde 41% das pessoas definem objetivos de vida a cada ano e somente 9,2% delas realmente colocam suas ações em prática com sucesso. O estudo mostra também que, do total das pessoas que definem suas metas, 72,6% mantêm suas resoluções apenas até a primeira semana do ano e 68,4% mantêm até as duas primeiras semanas.

A maioria desiste. Isso explica o baixo percentual de pessoas de sucesso no mundo. Não é somente porque tiveram sorte. Elas persistiram nos objetivos e sonhos, ultrapassando obstáculos e a própria mentalidade. Obstáculos sempre teremos, assim como desafios do dia a dia. É aquela velha história do “matar um ou mais leões por dia” que nos leva a ir em frente, mas somente enfrentaremos o que tivermos que enfrentar se tivermos propósito e se soubermos onde queremos ir.

E você?! Qual a história da sua história você tem contado para si próprio todos os dias?! Histórias que o motivam e relembram-lhe do seu propósito? Ou está dando ouvidos ao que os outros que não sabem onde querem chegar (aliás, até sabem, mas não estão dispostos a pagar o preço das suas escolhas) estão sussurrando no teu ouvido para que você faça parte da estatística e desista?! Ou ainda está permitindo que o medo o paralise? Eu afirmo para vocês, com todas as letras, que a persistência é o segredo. Foco, determinação, congruência e convicção do que você quer pra sua vida são elementos cruciais para quem quer ser uma pessoa que faz a diferença, que constrói um legado e que impacta verdadeiramente sua vida, de outras pessoas e de tudo o que faz.

Aproveite e pare tudo o que está fazendo agora. Se dê um abraço bem forte e parabenize-se por tudo o que já fez até hoje, mesmo que ache que é pouco. Tenho certeza que, independente da sua situação atual, você tem vários sucessos para se orgulhar de si mesmo. Lembre-se destes momentos de alegria, de conquistas, de realização extrema quando estiver enfrentando um desafio. Você já foi capaz de fazer muito até aqui; e pode muito mais. Acredito que tudo é possível; não que seja fácil. Quanto antes você começar, mais rápido chegará o dia em que se tornará aquilo que desejou ser. Vamos lá, ainda dá tempo de fazer muito!

Kaká Cerutti é gestora de marketing e comunicação da Empóriopet, consultora e estrategista digital, neurocoach de autoconfiança, palestrante e professora de MBA para cursos de Trade Marketing, Marketing Digital e Negócios Digitais

 

 

 

Comentários
Carregando...