Raças – Cão de Crista Chinês: Talento para saltos e até escaladas

Suas origens são difíceis de encontrar. Cães sem pelos parecem ter-se desenvolvido por mutação pelo mundo todo, mas eles se espalharam principalmente nas Américas Central e do Sul. O Crista Chinês é uma exceção, pois parece que já existia na China desde o século 13. Marinheiros chineses eram aconselhados a levar esses cães nos barcos como caçadores de ratos e também como uma curiosidade que poderia servir para troca por mercadorias com mercadores locais. Assim, a raça se espalhou pela Turquia, Egito, África do Sul e provavelmente pelas Américas Central e do Sul.

Apenas nos anos de 1800 aparecem registros desses cães na Europa, em pinturas e fotografias, incluindo os cães do tipo Crista Chinês. No final dos anos de 1800, a americana Ida Garrett, que ajudou a promover vários tipos de cães sem pelos, tornou-se uma defensora da raça. Com a ajuda de uma união de criadores (incluindo a famosa Gypsy Rose Lee), o Crista Chinês gradualmente foi ganhando admiradores na América e na Europa.[userpro_private]

O Crista Chinês é um brincalhão divertido, um cachorrinho de colo muito gentil e um companheiro fiel. Ele é devotado à sua família e faz tudo para agradar. Se dá bem com outros cães, animais e estranhos. Seu comportamento é normalmente alegre e alerta. O Crista Chinês tem talento para o salto e alguns conseguem escalar. Para cuidar do pelo das variedades “Pompom” é necessário escová-lo a cada dois dias. O focinho deve ser raspado geralmente a cada duas semanas. A variedade sem pelos precisa de cuidados com a pele regularmente, como hidratante e protetor solar, além de banhos para prevenir cravos.

Sua expectativa de vida é de 13 a 15 anos. O tamanho médio de machos e fêmeas gira em torno de 27-33 cm e o peso 2-6 kg. [/userpro_private]

Fonte: tudosobrecachorros.com.br

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...

Chat