66º Campeonato Brasileiro de Ornitologia

A cidade de Itatiba sediou entre os dias 6 e 16 de julho de 2017 o maior evento Ornitológico amador do país e um dos maiores do mundo.

Promovido e organizado pela Federação Ornitológica do Brasil, o 66º Campeonato Brasileiro reuniu mais de 55.000 aves e recebeu 140 clubes ornitológicos com 1.125 criadores de todo o Brasil e um público de 12.500 pessoas.

Concorreram 448 Agapornis de 11 criadores; 1.454 exóticos, entre Calafatis, Mandarins, Diamantes de Gold e outros de 26 criadores; 267 periquitos ondulados australianos (POAs) de 9 criadores; 928 de outros psitacídeos, como Roselas, Cacatuas, Forpus e outros de 34 criadores; 13.152 Canários de Cor de 616 criadores; 167 Canários de Canto de 10 criadores e 7.063 Canários de Porte de 419 criadores.

A novidade de 2017 foi a união do campeonato em um único evento, pois até 2016 eram realizadas duas etapas de concurso, sendo uma para os exóticos, agapornis, POAs e outros psitacídeos em abril e outra etapa somente para os canários em julho. Além de serem expostas pelos inúmeros corredores de gaiolas, todas as aves competidoras tiveram suas anilhas verificadas, suporte veterinário, alimentação controlada e, claro, todo o carinho dos admiradores que tiveram o privilégio de visitar o evento.

Para garantir a segurança dos milhares de visitantes e aves, profissionais das mais variadas especialidades executaram o controle de acesso de aves, criadores e visitantes bem como proporcionaram excelentes condições de trabalho a todos os técnicos e especialistas que criteriosamente avaliaram e julgaram as aves concorrentes.

Vale salientar que este evento movimenta anualmente a economia local, gerando centenas de empregos diretos e indiretos, lotação da rede hoteleira da cidade e adjacências, além de projetar a atividade ornitológica em nível internacional.

 

Sobre a FOB

A FOB é uma associação de clubes de aves domésticas e exóticas que agrega mais de 4,5 mil criadores. Há mais de 60 anos, a federação concentra seus esforços para desenvolver a atividade da Ornitologia Doméstica no Brasil, contribuindo para seu desenvolvimento, aprimoramento das espécies mantidas em cativeiro, colaborando com os órgãos públicos competentes na preservação e conservação das aves, além de criar e desenvolver atividades sociais e culturais em suas diferentes modalidades, visando o uso sustentável da fauna, a proteção ao meio ambiente e a biodiversidade.

A entidade presta orientação sobre condições adequadas para a ornitologia doméstica e exótica de acordo com a legislação brasileira e repudia o tráfico e comércio de aves ilegais.

Sediada em Itatiba, a FOB conta hoje com instalações próprias, especialmente projetadas para realização de eventos, sobretudo os ligados ao segmento da Ornitologia e possui uma estrutura com mais de 21 mil metros quadrados, edificada com recursos próprios advindos de uma administração responsável que sempre trabalhou em prol do desenvolvido desse setor.

É nesse espaço que acontece anualmente o Campeonato Brasileiro de Ornitologia Amadora que, além dos criadores, conta com a participação de fornecedores de insumos, fabricantes de medicamentos e distribuidores de acessórios para o segmento pet de aves.

Dois pavilhões com toda a infra-estrutura necessária para a perfeita realização desses megaeventos com estacionamentos, área para expositores, área de concurso, suporte veterinário, fiscalização de aves, controle de acesso de visitantes, áreas de lazer e alimentação.

Mais informações: www.fob.org.br

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...