Mkt Veterinário – Marketing e Marca Pessoal

“Não me preocupo tanto com o que sou na opinião dos outros, quanto o que sou na minha própria opinião: gostaria de ser rico de mim mesmo e não por empréstimo” (Michel Montaigne).

É com esse pensamento que inicio esta discussão sobre o marketing pessoal do profissional prestador de serviços médico-veterinários e pretendo aqui esgotar todas as estratégias e ações referentes à gestão de imagem e planejamento de carreira destes profissionais. Acredito que o marketing pessoal é uma marca pessoal que é consequência de um processo de diferenciação.

 

[sociallocker]

Vamos começar pelas definições que nos levaram ao profundo conhecimento sobre como usar o marketing corretamente. Marketing pode ser definido como um conjunto de estratégias e ações previamente planejadas que visam promover o lançamento, desenvolvimento e sustentação do serviço ou de um produto no mercado consumidor. Transportando esta definição para o marketing pessoal, podemos dizer, com certeza e experiência, que o objetivo do marketing pessoal é aumentar a aceitação e o fortalecimento da imagem de um profissional pela comunidade ou por um determinado segmento de mercado previamente escolhido em nosso planejamento estratégico.

Vamos fazer um teste sobre sua imagem de marca em seu estágio atual rapidamente. Pergunte a si mesmo: “o que as pessoas da sua comunidade pensam de mim quando falam o meu nome?” Será que você é reconhecido como profissional, evidenciado em meio à sua comunidade? Que tipo de comportamento é externado nas pessoas ao ouvir dizer seu nome ou lhe encontrar em um evento qualquer? Por fim, as ferramentas de marketing estão aí para transformar o self atual no self ideal.

Vamos iniciar nossa discussão por etapas, primeiramente começando pelo layout – embalagem. Não podemos negar que o aspecto externo é o primeiro que observamos. Comprando legumes, verduras ou frutas procuramos selecionar aquelas que nos apresentam melhores, coloridas e viçosas. Num evento social, por exemplo, dirigimos nossos olhares para aqueles que estejam com roupas e cabelos mais atraentes. Em uma viagem de férias procuramos escolher locais onde a paisagem seja maravilhosa e nos faça bem aos olhos. Por isso, é importante cuidar e contemplar alguns aspectos.

O primeiro deles é a aparência, com banho tomado, cabelo cortado, unhas limpas e aparadas, dentes escovados. Esses itens parecem óbvios para um profissional, mas há quem os negligencie por mais simples que pareçam. No entanto isso faz parte do primeiro passo para a caracterização de uma imagem positiva. As roupas são um segundo ponto e para cada momento, situação e ambiente deve-se ter uma roupa apropriada. Da mesma maneira que você não vai à praia de terno, um uniforme bem desenhado ou um avental sobre camisa e gravata seria a melhor recomendação para o dia a dia na empresa. Roupas bem escolhidas e adequadas podem compensar uma baixa estatura ou um excesso de peso.

Acessórios como tatuagens, anéis, correntes, pulseiras e brincos podem ser permitidos desde que sejam utilizados de forma básica e regrada, assim como o perfume. Já a etiqueta ajuda a firmar uma marca positiva, uma vez que boa apresentação, informação e conhecimento a respeito não faz mal a ninguém. A postura, igualmente, faz a diferença em nossa apresentação e marca pessoal positiva, pois uma postura positiva de profissional elegante ao assentar-se e ao caminhar demonstrará altivez, passará a imagem de um profissional com autoconfiança e independente, além de contribuir sensivelmente com a saúde, tão importante para as atividades do médico-veterinário.

O vocabulário também é algo que precisa de atenção e, no nosso negócio veterinário, não podemos apenas nos apresentar fazendo poses de modelo fotográfico, pois teremos que usar da palavra para podermos nos comunicar com os tutores dos animais e, com isso, sedimentar nossos atributos e nossa imagem. Devemos ter muito cuidado com erros de linguagem que podem destruir toda a comunicação feita anteriormente. Boas leituras ajudam a termos uma linguagem perfeita e conexa, que certamente aumentará o nosso vocabulário, ganhando maior versatilidade para falar em público. Não menos importante, e também preocupante, é a escrita, portanto muita atenção ao redigir laudos e receitas.

Por fim, um aspecto fundamental e que faz parte da marca pessoal do profissional da Medicina Veterinária é a saúde. Tanto em termos de marketing pessoal quanto de qualidade de vida é essencial estar saudável, já que este é um dos fatores do processo em primeira mão para construção de sua marca pessoal. E quando falo em estar saudável implica em dizer que deve ter sono reparador, alimentação correta e balanceada, prática de atividade física, entre outros aspectos de uma vida saudável. Tudo isso, sem dúvida, reverterá no seu sucesso profissional e comercial.

Francis Magno Flosi é médico-veterinário, pós-graduado em Clínica Médica e Cirúrgica de Aves e Animais Silvestres e Exóticos. É diretor-presidente do Instituto Qualittas de Pós-graduação e presidente da ABVET (Associação Brasileira de Veterinários Especialistas).

[/sociallocker]

 

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...