Felinos – Aumenta o número de gatos nos lares brasileiros

0 16

Dóceis e companheiros, eles serão mais de 28 milhões no Brasil até 2020.

No Brasil já há mais de 25 milhões de gatos, de acordo com a pesquisa encomendada pela Hill’s Pet Nutrition, marca de ração superpremium dedicada aos cuidados terapêuticos de cães e gatos. A projeção é de que até 2020 o número de gatos ultrapasse 28 milhões nos lares brasileiros.

 

Para Sandra Nogueira, médica-veterinária responsável pela área de assuntos veterinários da Hill’s Pet Nutrition, esse aumento se dá por diversas razões. “Os gatos são animais dóceis, bons companheiros, de fácil adaptação em casas menores e mais independentes do que os cães”, comenta.

A região Norte, segundo dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), é a que tem maior população de gatos, com 22,7%, seguida do Nordeste com 23,6%, Sul com 19%, Centro-Oeste registrando 14,3% e por último Sudeste com 13,5%.

Os gatos são animais simples de cuidar, mas alguns cuidados são importantes para garantir uma vida longa e saudável para esses bichinhos. Em primeiro lugar, deve-se procurar um médico-veterinário para vaciná-lo corretamente e esclarecer possíveis dúvidas. Além disso, já nos primeiros anos de vida a nutrição correta dos gatinhos deve ser levada a sério.

É preciso levar em consideração algumas particularidades como raça, ambiente em que será criado, atividades que ele fará, entre outros pontos. Uma alimentação inadequada pode aumentar a predisposição do filhote a problemas como obesidade, desenvolvimento inadequado de ossos e músculos e deficiência imunológica.

Uma questão que merece atenção dos tutores, durante toda a vida dos gatos, é o hábito deles ingerirem pouca água, normalmente. Por isso, é importante estimular o consumo de água, espalhando potes pela casa, colocar cubos de gelo no pote ou optar por fontes de água corrente, preferida por muitos felinos.

O alimento úmido é outra alternativa para aumentar a ingestão de água. Além de ser atraente ao paladar dos felinos, possui mais do que o dobro de umidade que os alimentos secos, chegando a ter até 80% de umidade, em comparação a 10% dos alimentos secos. Um pode ser complemento do outro”, explica a veterinária.

Para quem já é apaixonado por gatos ou nunca teve um, mas quer ter, uma coisa é certa, com carinho e cuidados essa relação tem tudo para ser duradora e saudável para os dois lados.

 

 

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...
Receba nossas novidades!

Receba nossas novidades!

Cadastre seu melhor email e fique atualizado sobre o mercado pet.

Obrigado por se cadastrar!

X