Banho e Tosa – Falta tempo ou sobra desculpa?

Falta tempo ou sobra desculpa?

Hoje é muito comum ouvirmos as pessoas dizerem – e nós mesmos falamos – que não temos tempo, que nosso dia precisaria ter 30 horas, que não sobra tempo para ficar com a família, amigos ou colocar em dia seus compromissos.

Mas tenho um segredo para contar para você: sabe qual a única coisa que não vai ser diferente nem para mim, nem para você, nem para as pessoas mais bem-sucedidas do mundo? É que o dia para todos nós tem sempre 24 horas. Você já parou para pensar como algumas pesso
as têm tanto tempo e conseguem realizar tanto, sendo que eles têm o mesmo tempo que todo mundo? A diferença está na prioridade. Essas pessoas apenas dão prioridade para aquilo que mais importa e traz resultado. Não é fórmula mágica, tampouco sorte. Apenas prioridade.

Uma vez ouvi um grande influenciador digital dizer que deveremos dar uma informação diferente para o nosso cérebro e assim perceber como nos sentimos. Ao invés de falarmos “eu não tenho tempo”, para experimentarmos começar a falar “isso não é minha prioridade”. Quando observamos como nos sentimos na mudança de perspectiva da situação, entendemos que ao alterarmos nossas palavras e forma de dizer começamos a perceber que a falta de tempo é só uma questão de escolha. E sabemos que para cada escolha existe uma renúncia.

Quando escolhemos fazer uma tarefa que não é importante no momento – muitas vezes apenas uma distração – estamos dando prioridade para o que não é fundamental para o alcance dos nossos objetivos, nossos sonhos ou nossos projetos que trarão resultados incríveis para a nossa carreira ou negócio. E muitas vezes são essas escolhas que determinam o nosso sucesso e o nosso fracasso ao perder a oportunidade quando surge.

Quando não sabemos gerenciar nosso tempo, viveremos eternamente na urgência, na pressão, nos tornando estressados, frustrados e culpados por termos feito a escolha errada de prioridades. Não é tão melhor sentirmos aquela sensação de dever cumprido, quando fazemos tudo o que nos propomos a fazer com excelência e competência? Com resultado e sucesso?! Então, por que mentimos para nós mesmos e nos enganamos dizendo que não fizemos o que tínhamos que fazer, alegando falta de tempo? Os únicos que saem perdendo somos nós mesmos.

Aí lhe questiono: o quanto você está dando prioridade para as coisas certas? Para as coisas que realmente vão gerar resultado na sua vida? Será que o seu tempo não está sendo gasto em conversas no whatsApp, redes sociais e televisão? Não seria possível pegar esse mesmo tempo e estudar para melhorar seus resultados?

Eu realmente acredito que a sensação de atingir nossos maiores objetivos é muito mais valiosa e importante. E que somente assim poderemos elevar nossos padrões, prestando atenção nas prioridades do nosso tempo que – insisto em dizer – é o mesmo para todos! É preciso se posicionar para vencer.

Para concluir, não existe falta de tempo! Nós é que estamos acostumados a tratar o tempo muito mal, a desperdiçá-lo ou, na melhor das hipóteses, a ignorá-lo. Estamos acostumados a “levar a vida”, sofrendo como todos, reclamando como muitos e reagindo como a maioria. Quando realmente queremos, arranjamos um tempo.

Acordamos meia hora mais cedo, nos organizamos para fazer duas coisas no caminho para o trabalho, programamos um compromisso para mais tarde, refazemos a agenda e deixamos de fazer algo que gostamos, para fazer algo que precisamos, ou seja, aquilo que estabelecemos como prioridade! Como fica a necessidade de agir e fazer, mesmo com esse medo do desconhecido e o pouco tempo que você alega ter? Quando você abandonar suas desculpas, encontrará seus resultados!

Kaká Cerutti — Marketing e Comunicação da empresa Empóriopet.

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...