Felinos – Os alimentos proibidos para gatos

0 29

Saiba como orientar os apaixonados por gatos sobre os riscos de alguns alimentos.

Segundo dados do IBGE, são cerca de 52 milhões de pets no país, o que deixa o Brasil no quarto lugar em número de população de animais de estimação. Estima-se que sejam 22 milhões de gatos nos lares brasileiros.

Excêntricos por natureza, os felinos já foram animais sagrados no antigo Egito. Ao longo dos tempos, outras nações também adotaram os gatos como animais de estimação e isso fez com que eles fossem domesticados, claro, sem perder a personalidade forte.

 

Para os apaixonados por gatos e para quem deseja adotar um, a especialista da Hercosul Alimentos, Paula Genuíno, alerta para alguns alimentos proibidos para esses animais:

 

Leite


“Os desenhos animados sempre mostraram gatos ao lado de uma tigelinha de leite. Isso acabou virando quase cultural. Porém, tanto o leite como seus derivados fazem muito mal ao bichano”, diz Paula.

Os filhotes consomem o leite produzido por suas mães e a composição desse alimento se modifica de acordo com cada espécie. Além disso, cães e gatos têm enzimas específicas que aproveitam o leite apenas até certa idade.

 

Carne vermelha crua


“A carne crua é um dos alimentos preferidos dos gatos e certamente eles insistirão para que o tutor alimente-os com os restos do bife preparado para o almoço. No entanto, esses alimentos podem causar sérias doenças como a toxoplasmose, por exemplo”, explica Paula.

 

Uva


Alguns animais podem ter curiosidade por essa fruta, mas ela é considerada uma das mais perigosas para os gatos. “A uva pode ocasionar sérios problemas nos rins, levando o animal a uma crise de insuficiência renal aguda”, completa.

 

Carboidratos


Pães, arroz, massas e demais alimentos que se enquadram no grupo dos carboidratos causam alergias sérias nos felinos, além de comprometerem órgãos vitais como fígado e rins.

 

Café


Café e qualquer outro alimento estimulante não devem ser oferecidos aos gatos, pois são tóxicos ao extremo para a espécie. O chocolate, por exemplo, que também é considerado estimulante, tem a metilxantina – que faz com o que os felinos percam os fluidos corporais.

 

Alimentação ideal


O mercado está preparado para oferecer alimentos de qualidade para todos os tipos de animais, espécies, idades e características específicas. Petiscos e comidas úmidas também completam a lista.

“Os alimentos específicos para animais de estimação são feitos com produtos frescos e com componentes, vitaminas e tudo mais que eles precisam na quantidade certa para garantir o total funcionamento do corpo. Escolher um alimento de qualidade é garantir que os gatos estarão nutricionalmente completos. Converse com o veterinário e veja quais as indicações que ele sugere para o seu pet, essa é a melhor forma de cuidar do seu bichinho. Estimule sempre o consumo de água, deixando água bem fresca à disposição e incluindo alimentos úmidos na rotina alimentar”, indica.

 

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...
Receba nossas novidades!

Receba nossas novidades!

Cadastre seu melhor email e fique atualizado sobre o mercado pet.

Obrigado por se cadastrar!