Pet South America 2017

Corredores cheios e conteúdo qualificado

Congresso também chamou a atenção das principais marcas do segmento, médicos-veterinários e entidades de classe, como ABHV e CRMV-SP.

A Pet South America 2017 cumpriu sua missão com muita honra. Em três dias de evento, a feira trouxe grande satisfação para os 21.200 visitantes, um número cerca de 6% maior do que o ano anterior. Com um público qualificado e engajado na geração de negócios, o São Paulo Expo recebeu médicos-veterinários, empresários do segmento pet shop, profissionais de beleza e estética animal, adestradores, criadores, especialistas em comportamento animal, entre outros. E os números positivos não param na visitação.

Este ano, a feira trouxe mais de 300 marcas expositoras em uma área aproximada de 13 mil m². “Podemos dizer, sem exageros, que a feira começou a traçar um novo caminho, com parceiros importantes e um clima excepcional para realização de negócios. Não podemos deixar de destacar o congresso, que trouxe especialistas nacionais e internacionais para debater sobre as últimas tendências da Medicina Veterinária. Isto é apenas o início. Ano que vem, tanto a feira quanto o congresso retornarão ainda maiores e muito melhores”, avaliou o presidente da NürnbergMesse Brasil, João Paulo Picolo.

Entre as entidades apoiadoras do evento, destaca-se a ABHV (Associação Brasileira dos Hospitais Veterinários), que realizou seu lançamento oficial para o mercado durante a Pet South America. Para o presidente João Abel Buck, a escolha foi acertada. “Ficamos felizes ao ver o modelo sobre o qual a feira foi montada este ano. Pessoas sedentas por informação e que foram atendidas com muita tecnologia e novidade. Escolhemos esse evento e a NürnbergMesse Brasil como nossos parceiros”. E esta parceria promete grandes surpresas para 2018, como a inauguração da “Hospitalar Vet”, novo segmento dentro da feira dedicado exclusivamente às últimas tecnologias e lançamentos diretamente para o setor hospitalar e clínico veterinário.

A atenção qualificada dada ao profissional veterinário também foi elogiada por Mario Eduardo Pulga, presidente do CRMV-SP (Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de São Paulo). “Já somos parceiros antigos da Pet South America e, na verdade, estivemos presentes em todas as edições. No entanto, percebemos com alegria a preocupação maior em valorizar o médico-veterinário. Isso para nós é muito importante. Houve uma mudança nesse sentido e os profissionais estão impressionados com a grade do congresso. A feira ganha proporção maior, também, com os laboratórios presentes na exposição”, explica.

E ai, está gostando do nosso conteúdo?

Ajude-nos a disseminar conhecimento com nossos conteúdos

Importantes companhias do setor veterinário reforçaram a satisfação com o evento. Para Cristiano de Sá, diretor de Marketing da Vetnil, uma das empresas patrocinadoras do Congresso Pet South America, a nova proposta do evento a fez retornar, não em um estande convencional, mas com o espaço diferenciado no mezanino, que contou com bate-papos entre especialistas de renome da Medicina Veterinária. “Ficamos muito satisfeitos com esse novo formato e os convidados ficaram contentes com a iniciativa. Acreditamos que a venda do produto é uma consequência do aprimoramento da Medicina Veterinária. Superou as expectativas.”

O setor de saúde da feira também teve a participação da Idexx e Metalvet, ambas aprovaram a 16ª edição. “Estamos na feira há muitos anos e é sempre um bom investimento”, avaliou Arlinda Gaspar, gerente comercial da Idexx. “Além disso, o congresso é um grande aliado porque traz o participante para conhecer as novidades expostas nos estandes. Gostamos demais desta feira e queremos estar aqui em 2018. Nossos produtos são totalmente voltados para o veterinário e tivemos muitas visitas. Fechamos negócios, fizemos contatos. Foi um grande ganho.”

Luiz Donizete Floriano, diretor da Metalvet acredita que a feira possui um histórico de bons resultados para a companhia. “Estamos aqui desde a primeira edição. Alavancamos novos negócios na feira para o Brasil e América Latina, em países como Uruguai, Colômbia e Argentina. Este é um evento importantíssimo para nós. Ainda que a nossa marca seja voltada para atender os veterinários, estamos recebendo um público qualificado que está montando pet shops, clínicas que estão sendo reformadas e atualizadas. Sentimos que o mercado está ganhando fôlego diante da crise e a mudança realizada na feira está começando a reverberar. Tenho uma perspectiva ainda melhor para o próximo ano”, pontua.

Outro segmento que retornou à Pet South America 2017 e que está ganhando força novamente é o de nutrição. Pedro Fogaça, coordenador de Marketing da Magnus, acredita que “esta é a maior feira da qual participamos, então novos negócios e novos parceiros sempre aparecem”. “Também recebemos este ano compradores de outros países como da Angola e da Bolívia. É um público muito qualificado, está sendo ótimo. Em 2018, estaremos aqui novamente.”

A 17ª edição da Pet South America também já está com data marcada. O encontro de 2018 acontecerá no mesmo lugar, de 16 a 18 de agosto.

 

Novas empresas se surpreendem com receptividade do público

Start ups, pequenas e novas empresas do segmento pet também aproveitaram a feira para lançar novos produtos, apresentar a marca para o mercado e fazer contatos. E os grandes estandes não ofuscaram o brilho dos pequenos empreendedores. Com público diversificado e espaço para todos os segmentos, a Pet South America surpreendeu Yuri Melo, diretor da VetFleur, que desenvolve produtos de aromaterapêuticos para cães. “Não imaginávamos que o público se interessaria tanto. Esse produto não existia no Brasil e houve muito interesse e encomendas”. O destaque foi o lenço odontológico que a empresa mostrou, ideal para higienizar os dentes dos cães.

Já a PetBamboo utilizou a feira como um termômetro e pretende migrar do e-commerce para distribuição no varejo. “A feira foi melhor do que nossas expectativas. É a primeira vez que participamos de um evento em pavilhão e muitos perguntavam por que não distribuíamos nossos produtos. A empresa existe há um ano e meio e a Pet South America talvez seja um divisor de águas”, avalia Petra Shie, sócia-diretora da empresa.

 

Mastergroom atrai mais de 500 participantes na 16ª Pet South America

O campeonato de groomers, que aconteceu simultaneamente à feira, atraiu mais de 500 participantes nos três dias de realização. Dinâmico, com mais de 15 categorias e 20 juízes, a atração roubou a cena no pavilhão e chamou a atenção do público. A competição foi organizada pela ABEA (Associação Brasileira de Estética Animal), em parceria com a European Grooming Association, e colaborou para a classificação dos profissionais para o mundial, que acontecerá em 2019.

“Este ano, nosso maior foco é no profissional que está competindo. Oferecemos todo o suporte com profissionalismo, mas sem perder a magia do evento, que já é marca registrada”, comenta William Galharde, organizador da competição. Quatro categorias são classificatórias para o mundial: poodle class e scissoring de raças puras, sporting e terriers.

No primeiro dia do evento, o apresentador Celso Zucatelli prestigiou a competição e foi jurado em uma das baterias junto de seu cachorro, o Paçoca.

Informações: www.petsa.com.br

você pode gostar também Mais do autor

Comentários

Carregando...